Buscar
  • Carol Derschner

Comer em casa: 10 dicas que você pode precisar

Atualizado: Abr 6

Dicas práticas que podem te ajudar a ter uma boa alimentação quando não é possível sair de casa


Comer bem quando não dá para sair de casa pode ser um desafio para muita gente. Por isso é importante ter em mente algumas dicas pra lá de úteis que podem facilitar seu período em casa, e ainda render algumas habilidades extras que poderão ser usadas em qualquer época que você precise. Vamos lá?


1.ORDENE OS ALIMENTOS POR DATA DE VALIDADE

Nada pode ser pior do que perder alimentos por data de validade quando mais precisamos deles. Uma boa dica é armazenar os alimentos por ordem de vencimento. Outra opção é fazer grupos dos que vão vencer em datas próximas, para identificar prontamente o que está com prazo contado naquele período. Ah, não esqueça de verificar as datas dos itens que estão na geladeira também!


2.CONSUMA OU CONGELE OS FRESCOS

Em períodos de desabastecimento ou de dificuldade em sair de casa para fazer compras, é preciso priorizar o consumo dos alimentos frescos e que vencem mais rápido. Porém, para que você não corra o risco de se alimentar com todos os seus alimentos frescos de uma só vez, ficando sem opções por alguns dias, pode congelar frutas, carnes e verduras. Caso tenha dúvidas, se informe sobre quais alimentos reagem bem ao congelamento e durante quanto tempo.


3.NÃO ESQUEÇA DAS FIBRAS

Com a escassez de alimentos frescos pode ser mais difícil compor refeições ricas em fibras no dia a dia. Apostar em grãos, cereais, frutas secas e castanhas ajudará a trazer mais fibras para suas refeições. Boas dicas do que se ter em casa: arroz integral, feijão, lentilha, ervilha, grão de bico, castanhas, sementes, aveia, linhaça, quinoa, milho, trigo integral, ameixas secas, uvas-passas e geleias.


4.PLANEJE O CARDÁPIO

Planejar o cardápio é muito importante, pois nos ajuda a ter mais clareza sobre os alimentos que temos em casa, como utilizá-los e quanto tempo vão durar. Desta forma, você também saberá o que precisa com antecedência e poderá planejar melhor as compras quando puder fazê-las.


5.MANTENHA A DESPENSA LIMPA

Os maiores inimigos do armazenamento de alimentos podem ser insetos e fungos. Por isso, despensas, armários e prateleiras devem ser mantidos limpos ou supervisionados, para que, em caso de algum problema, você possa manejar os alimentos para outros lugares ou recipientes.


6.OTIMIZE O PREPARO DOS ALIMENTOS

Cozinhar utilizando gás, panela elétrica ou forno elétrico? Em caso de uma crise momentânea, avalie quais fontes de energia estão disponíveis, seus custos e quais equipamentos você tem em casa. Alguns alimentos assados, por exemplo, podem ter seu tempo de preparo reduzido se cozidos na água ou vapor e outros podem ter sua forma de preparo diversificada. Alguns alimentos preparados em quantidades um pouco maiores de uma vez ou cortados em pedaços menores podem otimizar o uso de gás ou energia. O cafezinho feito na cafeteira ou chaleira elétrica são boas ideias caso o gás de cozinha esteja escasso. Tome nota!


7.IDEIAS PARA O CAFÉ DA MANHÃ

Muitos estão acostumados com o pão no café da manhã, mas existem outras opções que podem ir para a mesa caso não seja possível comprar aquele tradicional pãozinho do dia a dia. É aí que a tapioca, pão de frigideira, cuscus de milho, torradas, panquecas, pão de queijo, wraps, waffles e até mingaus podem entrar em cena. Ter um pouco de farinha e fermento em casa para experimentar pães caseiros também é uma solução.


8.TENHA ALIMENTOS-CHAVE


Secos, enlatados e congelados têm um papel importante na hora de se preparar para ocasiões de necessidade. É desejável também focar em alimentos nutritivos, duráveis (como batata e farinha de mandioca) e diversos sempre que possível. Temperos naturais, óleos, molhos, sal e mel também ajudam nas preparações e o açúcar pode ser útil caso seja preciso preparar soro caseiro para alguém.


9. VARIE NO PREPARO

Uma das formas de passar por esse período de forma mais leve é experimentar elaborar as refeições e torná-las apetitosas quando for possível. Isso pode nos ajudar a continuar se alimentando bem e até elevar nosso bem-estar e satisfação, mesmo quando temos menos opções à nossa disposição. Quantas formas de preparar, combinar, temperar e servir os legumes você conhece, por exemplo?


10.INFORME-SE SOBRE SUPLEMENTOS

Em épocas de dificuldade de acesso à alimentação adequada, ter suplementos que você conheça ou possa tomar pode ser algo útil e importante. Informe-se junto a um médico ou especialista o que pode ser necessário para você passar por esse período com mais segurança e tranquilidade.



#segurançaalimentar #alimentos #alimentação #epidemia #pandemia #vírus #coronavírus #covid19 #armazenamento #saúde #quarentena #comida #escassez #bemestar




VOCÊ JÁ VIU NOSSAS REDES SOCIAIS?