Buscar
  • Carol Derschner

A vida que cresce ao redor

Atualizado: 11 de Mar de 2019

Há vida por todos os lados, ela está sempre crescendo, se regenerando e nos dando força para continuar e embelezar, faça chuva ou faça sol. A vida que cresce ao redor faz de nós um pouquinho mais vivos, todos os dias.

Um post sobre plantinhas! Mais do que isso, sobre a vida verde e sua singela companhia, ora delicada, ora frondosa. A vida verde está nos cactos de escritório, em uma sala de espera de um consultório, decorando festas de casamento, sepultando com carinho quem parte da vida e segue para um nova etapa.

As plantinhas alegram, chamam nossa atenção, nos fazem companhia. São uma oportunidade de volta ao mundo natural, quando o mundo construído não faz mais nenhum sentido ao final de um dia...

Plantas e homens, nenhuma semelhança aparente, muitas interações. Conheço tantas pessoas que amam árvores e obtém dessa interação algo que vai muito além da observação estética ou reflexões paisagísticas. As plantinhas carregam qualidades. Em conjunto, elas nos contam sobre como é a ordem no mundo, como os processos acontecem. Nelas há paz e harmonia, mesmo quando morrem. Seu sentido de ser, evoca para nós a noção de que o mundo não basta por ser útil, ele pode ser belo e acalentador. Quem observa a vida natural em suas diferentes formas, entende um pouquinho mais sobre o que é a vida em geral, seu propósito, seu modo de ser, o que a favorece, o que não. Plantas não tem morais variáveis, sobre as quais se debatem os homens, elas são como devem ser, obedecem à leis naturais. E nós homens, não somos plantas, temos coração, consciência, livre-arbítrio, não somos animais, mas carecemos de conhecer as próprias leis naturais que nos regem.


Uma planta existe, um homem existe

Uma plantinha está ali, sem complicação ou burocracia, falsos sentimentos e quereres. Que bom seria descomplicar a vida na medida do possível e buscar essa harmonia. Ao observar atentamente as plantas, mas bem atentamente mesmo, entendemos a função de sua existência e origem. O que deveria nos deixar mais calmos em relação a nossa própria função e origem, ou ao menos mais curiosos. Se cada pezinho de planta cumpre um propósito claro e simples, qual é o meu, qual é o nosso?


Não somos plantas, muito embora alguns de nós tenham dedos verdes e abracem árvores como se fossem velhos conhecidos.


Como um pezinho de tempero em um apartamento pode mudar tantas perspectivas sobre o mundo, tornando-o um lugar mais ameno, onde a passagem do tempo acontece de forma mais harmônica e nossos anseios crescem em direções mais claras, do que desordenadamente... Plantinhas são mais que pura filosofia, elas são um convite para experimentar mais uma forma de amar e entender o mundo todo, que não é apenas o mundo dos homens e suas decisões.


#plantasdecasa #plantas #jardim #felicidade #autoconhecimento #arvores#horta #hortacaseira

VOCÊ JÁ VIU NOSSAS REDES SOCIAIS?