Buscar
  • Carol Derschner

Tempo para si mesma

Atualizado: 29 de Jul de 2019

Você já experimentou tirar um tempo para si mesma regularmente? Já se deu conta do que pode surgir nestes momentos e como eles podem, aos poucos, trazer novos elementos e descobertas para sua vida?




O tempo sozinha pode ser um luxo para algumas e a rotina de outras, mas é a qualidade desses momentos que pode ajudar a lançar um novo olhar sobre a realidade e redesenhar a rotina, principalmente na parte do tempo em que não estamos sozinhos.


Talvez não haja regras que possam dispor sobre a qualidade deste tempo, como ele é passado, quanto dura ou o que fazer com ele. Fato é que ele pode ser sempre um convite ao silêncio e à escuta de si mesma. Na verdade, se colocarmos as coisas na balança, pode ser que você reconheça que, aos poucos, é justamente este tempo que pode ajudar a estruturar ou reestruturar as bases de sua vida, independente do momento que esteja vivendo.


É neste tempo que as opiniões dos outros, muitas vezes tão fortes e audíveis em nossa mente quanto nossos próprios pensamentos, podem começar a se recolher um pouco para dar mais espaço à sensatez e autenticidade das escolhas mais sábias, que partem de nosso coração. Estes momentos preciosos podem nos lembrar novamente quem somos e que escolhas estamos fazendo na vida, colhendo melhores frutos de todas as nossas decisões. Sejam doces ou até mesmo mais amargos, fato é que ninguém irá colhê-los por nós.



Privada do próprio tempo

Muitas vezes nos sentimos privadas do próprio tempo. Neste momento talvez valha olhar para nossas escolhas e se perguntar quais podem ser reavaliadas. Nos colocando no centro do problema, como agentes da mudança, com certeza algo pode ser feito, mesmo que a longo prazo.

Mesmo que o tempo sozinha talvez não seja uma realidade imediatamente possível, encontrar brechas na rotina, dias livres para dar um passeio na própria companhia ou se esticar no sofá ouvindo uma música que signifique algo para você, pode ser o primeiro passo para a reestruturação de uma nova rotina, inclusive com mais tempo. Um tempo para se cuidar que vai além dos cuidados de beleza e com com o corpo: um tempo para cuidar da alma.


Pode ser que, em um primeiro momento, fiquemos perdidas ou sem saber o que fazer com este tempo, tentando apelar para formas prontas de condicionamento mental que podem não funcionar; ou pode ser ainda que nele se revele uma grande confusão mental e emocional, pedindo para ser colocada em ordem, depurada ou mesmo limpa. Como a faxina de uma casa e a retomada da ordem material em nossas vidas, a limpeza e ordem de dentro pode dar grandes resultados, que com certeza transbordarão para fora, em todos os setores da vida...


#mulheres #tempo #organização #autoconhecimento #espiritualidade #amorproprio #saudeemocional




VOCÊ JÁ VIU NOSSAS REDES SOCIAIS?